quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Ser grávida - Parte 2

Agora falta pouco mais de 2 meses para o Bebezinho chegar e do 5º mês para cá muitas coisas aconteceram.
Se você pensa em ficar grávida ou está no inicio da gestação, vai aí um conselho valiosíssimo, acredite sempre que o seu médico disser que você não pode engordar muito durante a gestação, pense nisso não só pelo fato de ficar mais fácil voltar ao seu peso depois do parto, mas pelas dificuldades que engordar muito vai te trazer mais pro final da gestação.
Digo isso por experiência própria, já que engordei 18 quilos até o momento.
O excesso de peso incomoda muito em todos os sentidos, citarei aqui apenas os problemas mais críticos:

1º Dor – Dói tudo quanto é junta que existe abaixo do quadril.
2º Assaduras – Devido ao atrito entre as pernas no simples caminhar forma-se dolorosas assaduras;
3º Alto estima baixa – O espelho se torna seu pior inimigo, é pelanca pra todo lado, abaixo do queixo, nos braços e nas pernas, fora as dobrinhas que se formam na sua antiga cintura.
4º Suor excessivo – O suor contribui para o agravamento das assaduras.
5º Cansaço excessivo – Já é normal a gestante sentir mais cansaço, agora gestante gorda se sente ainda mais cansada.
Dentre outras coisas, como aparecimento de estrias, celulite e vasinhos.

Nesta etapa da gestação começamos a conferir o que ainda falta para a chegada do bebezinho e percebemos que ainda falta muita coisa pro bebê e principalmente nos lembramos que nos esquecemos que também vamos para a maternidade e para isso precisamos montar nossa malinha com absorventes gigantes, cinta pós parto, camisola e soutien para amamentação, dentre outras coisas.
Ironicamente, dormir se torna uma tarefa cansativa, chego a duvidar se tentar dormir é realmente necessário já que não há meios de ficar confortável. Só podemos deitar de lado por um motivo muito óbvio, com a barriga muito grande não podemos deitar nem de bruço nem de barriga pra cima,de bruço é por uma razão obvia e de barriga pra cima por que o peso da barriga aumenta ainda mais a pressão sobre os nossos órgãos e ficamos com falta de ar, aí só nos resta deitar de lado, deitamos de lado, aí quando estamos no momento mais doce do sono tipo meia hora depois de deitarmos, o braço começa a doer, isso quando ele não adormece, aí o jeito é mudar de lado, que já é uma luta. Como já era de esperar o mesmo acontece com o outro lado também e assim ficamos a noite toda virando de um lado para o outro, mas se fosse só isso a gente até que “se virava”, entre uma virada e outra vem a vontade de ir ao banheiro, se você não retém liquido assim como eu, pode incluir pelo menos 5 idas ao banheiro em 8 horas de “sono”, ir ao banheiro não é mais tão fácil como no inicio da gestação, pois a gente se cansa (de verdade) para levantar da cama, caminhar ao banheiro, sentar no vaso, levantar do vaso, caminhar ao quarto, e deitar na cama. Movimentos simples como estes parecem durar para sempre. Aí você pensa ... Finalmente vou dormir!!!.. que nada! O bebê parece achar que fazemos toda essa maratona só para perturbar ele, e da forma que somente ele sabe fazer, resolve chutar a mamãe, e os chutes dele nessa etapa já não são tão bonitinhos, são doloridos e se não bastasse tudo, ainda temos que ficar fazendo carinho na nossa barrigona para ver se ele se acalma e então começamos tudo de novo.
Cheguei até a questionar certas teorias cientificas, já estamos cansados de saber que a força da gravidade puxa tudo para baixo, mas na gravidez isso chega a ser conspiração, tudo tende a cair. Só pelo simples fato que pegar coisas no chão exige um esforço imenso.
O dia passa a ter mais que 24 horas, mesmo nos finais de semana.
O km passa a ter mais que 1000 metros quando temos que caminhar.
E a sensação térmica é muito maior.
Já me alertaram que daqui pra frente tudo tende a piorar. Fazer o que né?


Olha eu aí!!!! :-)

3 comentários:

Aline Bretas disse...

Ola Fabiana,
eu entendo perfeitamente o que esta sentindo pois estou igual! alias, acredito que ainda pior, pois eu ja engravidei acima do meu peso, e ja ganhei tb 18kg (estou de 26 semanas e meia). realmente as dores sao pessimas, o calor, a autoestima.... estou tentando me controlar mais agora ja que nao posso engordar + nenhuma grama! e como e dificil? eu trabalho como louca, nao tenho horarios, nao gosto de salada.... as vezes ate passo mal tentando comer uma verdura.... que dificuldade!! mas no fim vai dar tudo certo pra nos!! que Deus te abençoe muito!!! e depois vamos amamentar muitoooo e voltar nosso corpo! bjs

Mamãe do Enzo disse...

Ai guria, metade dessas coisas já tenho, a outra metade tou começando a ter. Quero nem ver, sou a tal da reclamona! hahaha
SUa barriga tá linda!
Beijos!!!

Thais disse...

Me identifiquei tanto com seu relato!! Estou com 31 semanas e me sinto exatamente igual. E também engordei quase 18 kgs.
Mas me conforta saber que falta pouco.. reta final.